Aplicativo para saber a quantidade de o açúcar de um produto…

Um Aplicativo foi lançado na Inglaterra para identificar a quantidade de açúcar que determinado alimento industrializado contém.

Baixe o ebook grátis com 15 Deliciosas Receitas Low Carb  >> Clique Aqui

Isto até seria interessante, mas… não seria mais lógico e muito mais saudável simplesmente não oferecer alimentos industrializados, carregados de açúcar para as crianças?

Muitos problemas como cáries dentárias e excesso de peso seriam reduzidos com este simples cuidado. As pessoas aprendem a usar a aplicativos mas se esquecem de cuidar da saúde…

Oferecer alimentos doces para as crianças não é a melhor forma de demonstrar carinho…

Crianças de quatro a 10 anos consomem “o equivalente a 5.500 cubos de açúcar por ano”.

(Texto original no link do título acima, tradução: Regiany Floriano)

Uma Campanha de saúde pública vem pedindo aos pais para reduzirem a ingestão de açúcar de suas crianças, afirmando que 22 kg anuais vem principalmente de refrigerantes, bolos, cereais e sucos.

Crianças com idade entre quatro e 10 anos consomem 22 kg de açúcar a cada ano, de acordo com uma campanha de saúde pública que está pedindo os pais para assumirem o controle da dieta de seus filhos.
22 kg equivalem a 5.500 cubos de açúcar – e refrigerantes, biscoitos, pães, bolos, cereais matinais, produtos de confeitaria, sucos de frutas, doces, tortas e pudins são os principais culpados.
Como parte de sua campanha “Smart Sugar”, o movimento Change4Life lançou um aplicativo gratuito que permite às pessoas escanear o código de barras de um produto, para revelar a quantidade de açúcar que ele contém em cubos e gramas. Ele adverte que a obesidade e cárie dentária estão entre as consequências de crianças consumindo três vezes mais da substância do que deveriam.

Baixe o ebook grátis com 15 Deliciosas Receitas Low Carb  >> Clique Aqui

Sugar Boy
On average, children consume three times more sugar than the maximum recommended amount.Let’s get Sugar Smart – find out how here: http://po.st/SugarBoy
Posted by Change4Life on Segunda, 4 de janeiro de 2016

Dr Alison Tedstone, nutricionista-chefe de Saúde Pública da Inglaterra, disse: “As crianças estão comendo muito açúcar. Isso pode levar à cárie dentária dolorosa, ganho de peso e obesidade, o que também pode afetar o bem-estar das crianças, pois ficam mais propensas a serem provocadas (bullying), terem a auto-estima baixa e faltam à escola.
“As crianças com idades perto dos cinco anos não deveriam receber mais do que 19 gramas de açúcar por dia – que corresponde a cinco cubos, mas é muito fácil terem mais do que isto. Nosso aplicativo de fácil utilização irá ajudar aos pais a ver exatamente de onde o açúcar na dieta de seus filhos está vindo, para que eles possam fazer escolhas informadas sobre o que para reduzir”.
O consumo máximo de adição de açúcar para jovens de sete a 10 anos é 24g, ou seis cubos de açúcar; para qualquer pessoa com mais de 11 anos de idade, é 30g ou sete cubos de açúcar.

Em julho passado, consultores oficiais de nutrição do Reino Unido afirmaram que o açúcar na dieta deve corresponder a não mais do que 5% das calorias diárias consumidas, metade do limite anterior recomendado.
A obesidade custa ao SNS 5,1 bilhões de libras por ano e se prevê que deva subir para 9.7 bilhões de libras em 2050, com as maiores despesas para a sociedade, estima-se alcançar 49.9 bilhões de libras por ano.

A campanha incluirá televisão, publicidade digital e externa, e cinco milhões de pacotes de Smart Sugar (açúcar inteligente) serão distribuídos aos alunos das escolas primárias e suas famílias através de escolas, autoridades locais e varejistas.
Siga MENOS RÓTULOS no Facebook e Instagram
As informações contidas neste blog são relatos pessoais, ou artigos traduzidos com as devidas referências, não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer condição médica e não devem ser usadas como um substituto para o cuidado e orientação de um médico / nutricionista.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *